Roteiro de Inverno na Zona Oeste

Quando lhe falam em férias, a primeira imagem que vem à sua cabeça são os dias longos e quentes de verão, um sumo de laranja fresco e uma esplanada na Costa de Prata. Mas… lembra-se também de toda a azáfama de férias de verão. Será que o inverno é uma boa altura para explorar Portugal?! Sem dúvida alguma que sim!

O inverno é uma época em que o Oeste ganha um novo encanto, uma mística indiscritível. Como existe menos tráfego de turistas, consegue ter outra proximidade com os locais, que têm histórias e lendas para lhe contar, não fosse este um interessante ponto histórico!

O que vai encontrar?! Cultura, arte, gastronomia e muita história. E o que pode fazer nas suas férias de inverno pelo Oeste?! É o que vamos agora recomendar.

De visita pela cidade termal de Caldas da Rainha

A cidade de Caldas da Rainha é um ponto histórico de paragem obrigatória no Oeste.  Reza a lenda que por lá passou a Rainha D. Leonor e se deparou com umas águas com propriedades curativas. Vale a pena explorar a história.

Até lá… pode começar a planear o roteiro!

Hospital Termal

O Hospital Termal é um marco histórico muito forte na cidade, estando na origem da sua fundação. Este edifício, do século XIX, foi erguido para dar assistência aos mais pobres, é hoje um ícone na cidade.

Ficou curioso?! Nada como visitar. Este ponto está aberto ao público para visitas (confirme sempre as medidas de restrição locais e o funcionamento das visitas).

Cerâmica

Para além das águas termais, a cerâmica é outro símbolo da cultura da cidade. Aqui, a cerâmica passou a ser arte, que retratava as tradições e costumes da época. Um nome sonante na cidade é o de Rafael Bordallo Pinheiro, que esteve à frente da direção artística da Fábrica de Faianças de Caldas da Rainha.

Por toda a cidade encontra referências ao nome de Bordallo Pinheiro e várias peças icónicas pelas ruas. Para além do museu da Fábrica de Faianças, pode percorrer a Rota Bordaliana.

Parque D. Carlos I

Este belo jardim que envolve os místicos pavilhões que, em tempos, serviram de apoio ao hospital termal, é um lugar mágico na cidade de Caldas da Rainha.

Hoje, tem um court de ténis, esplanada, parque infantil, um lago artificial com patos cisnes e outros animais, e o museu José Malhoa.

Vale a pena perder-se nos caminhos do parque.

Praça da Fruta

Para além de um ícone na cidade, é um ponto muito interessante no país. Um mercado diário de frutas, legumes e outros produtos da região, ao ar livre. Quem passa, vê o seu movimento e as bancas coloridas que pintam a paisagem.

Convidamo-lo a entrar, provar os mais frescos produtos da região e garantimos que é cenário de postal.

Mata Rainha D. Leonor

Este é, sem dúvida, o pulmão da cidade. Quem percorre os seus trilhos, pode inspirar fundo e sentir a envolvência da natureza, no seu mais puro estado.

 Todos precisamos de renovar a respiração e a mente.

Doces regionais

Para alguns, a melhor parte de visitar outras cidades, explorar a gastronomia! Nas Caldas da Rainha vai encontrar pastelarias tradicionais com cavacas e beijinhos. Mais recentemente, tem também os Pastéis Bordallo.

Um pouco por todo o país encontra restaurantes típicos, e em Caldas da Rainha não é exceção, com forte influência da proximidade com o mar, inúmeras são as opções!

Como pode ver, vale a pena dedicar um tempo a explorar esta cidade, que beneficia da forte influência da natureza, do mar e da história de Portugal. E claro, alojamento é na sua Casa, na Casa Adega do Mosteiro, estamos inteiramente disponíveis para lhe aconselhar os melhores sítios para visitar e conhecer nas Caldas da Rainha.

Passagem pela bela Vila de Óbidos

Um ponto bastante falado nacional e internacionalmente é a Vila de Óbidos. Palco de vários eventos culturais, passeios em família e até pedidos de casamentos, não pode passar pela região sem visitar.

Quem passa pela autoestrada consegue ver uma vila entre muralhas com um castelo, se for de noite, parece um cenário cinematográfico. Tem muito mais a visitar do que consegue avistar.

Vila dentro de Muralhas

Casas típicas, ruas estreitas e sinuosas, flores, lojas, cafés e restaurantes típicos. À sua volta tem uma muralha, que pode percorrer a pé e apreciar a vista infinita sobre a natureza da região.

No inverno pode fugir ao grande fluxo de turistas que tem no verão, ou simplesmente tirar um fim de semana romântico. A Casa Adega do Mosteiro tem quartos ou pequenos apartamentos para casais.

Livraria de Santiago

Foi em dias uma igreja, mesmo junto à entrada do castelo, é uma livraria que os amantes de livros e de cultura vão adorar visitar.

Ginja em copo de chocolate

Um licor de ginja muito típico servido num pequeno copo de chocolate, para os paladares mais curiosos! Para além disso, aquece a alma no tempo frio de inverno.

Lagoa de Óbidos

Não é só no verão que deve visitar a Lagoa de Óbidos. Para além dos desportos aquáticos, a sua fauna e flora decoram a paisagem.

Excelente para dar caminhadas em família e respirar o ar puro da natureza.

Para além destes dois pontos, pode também visitar sítios como Lourinhã, Peniche, Foz do Arelho, Nazaré, Alcobaça, Batalha…. A região oeste é muito rica. A Casa Adega do Mosteiro, para além dos quartos, espaços de lazer e pequeno almoço caseiro e tradicional, está ao seu inteiro dispor para aconselhar sítios para visitar e comer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *